Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Festas de sexo sob o efeito de drogas é a nova moda underground. E já tem um nome: Chemsex

Há uma nova tendência a propagar-se pela cultura underground que pode ser bastante nociva para a saúde, alertam os médicos.

O termo Chemsex pode ser desconhecido para o leitor, mas as autoridades britânicas já o andam a investigar há algum tempo. Refere-se a uma nova moda, sobretudo underground, que consiste em consumir várias substâncias químicas antes de praticar atos sexuais, bem como a festas de longa duração potenciadas por esse mesmo consumo. O British Medical Journal dedicou recentemente um editorial à prática, alertando para os elevados riscos de saúde que advêm desse consumo desequilibrado. Não só porque em causa estão drogas altamente nocivas como a mefedrona, o GHB e as metanfetaminas, mas também porque este tipo de festas, onde o sexo é praticado com vários pares, pode levar à propagação de doenças sexualmente transmissíveis, como a sida. Este grau de risco associado às Chemsex é tão elevado que, no Reino Unido, já se criaram mecanismos de combate e alerta para a prática, como a Antidote, uma clínica especializada em drogas. A VICE irá lançar, em dezembro, um documentário sobre o assunto, cujo trailer foi entretanto disponibilizado.