Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Father John Misty: 'A humanidade não tende a ficar mais inteligente'

Em entrevista à BLITZ, Father John Misty, que em agosto atua no Vodafone Paredes de Coura, fala sobre o novo disco, I Love You, Honeybear, e muito mais.

Joshua Tillman, mais conhecido como Father John Misty, é um dos entrevistados da BLITZ de março, já nas bancas (capa: Kurt Cobain).

Leia aqui parte da conversa da BLITZ com o músico norte-americano, que no próximo mês de agosto toca no festival Vodafone Paredes de Coura.

Vestiu a canção "True Affection" com arranjos eletrónicos para condizer com a letra, sobre tentar conquistar alguém à distância, através da tecnologia de que agora dispomos. Como acha que, no futuro, iremos ver esta época em que passamos boa parte do dia a olhar para um ecrã de telefone ou de computador? Há vários cenários possíveis. Se houver um colapso [tecnológico] qualquer, as pessoas até são capazes de olhar para trás com saudade! (risos) E até vão sentir a falta disto. A humanidade não tende a ficar mais inteligente, a menos que haja um salto qualquer na evolução. Se houver, acredito que a tecnologia vá ser a ferramenta principal nesse processo. Talvez venha a acontecer uma qualquer singularidade, talvez nos venhamos a libertar de todos estes corpos, para nos tornarmos pura consciência ou pura informação. Se assim for, vamos olhar para este tempo como qualquer adulto olha para a sua infância. "Olha para mim aos tropeções, tentando infrutiferamente reduzir o isolamento da experiência humana!". Acho que, na essência, é isso que as pessoas andam a tentar fazer: encontrar uma ligação.

Para ler a entrevista na íntegra, consulte a BLITZ de março, já nas bancas