Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Exploited regressaram a Lisboa para concerto no mesmo local onde vocalista sofreu ataque cardíaco

A histórica banda punk subiu ontem ao palco da República da Música, em Lisboa, pouco mais de um ano depois do incidente com Wattie.

Em fevereiro do ano passado, Wattie Buchan, vocalista dos Exploited, sofreu um ataque cardíaco durante um concerto na etapa portuguesa da Resurrection Tour of Chaos 2014, na República da Música, sala situada no bairro de Alvalade, em Lisboa. O concerto da banda escocesa foi interrompido porque o vocalista Wattie não estava em condições de continuar em palco. Tratou-se de um problema cardíaco, tendo o músico dado entrada no Hospital de São José, em Lisboa, onde permaneceu hospitalizado durante vários dias. Ontem, a banda regressou à sala lisboeta, para uma noite onde encabeçaram um cartaz do qual fizeram também parte os ingleses Adicts e os portugueses Atentado. Antes de subir ao palco, Wattie escrevia no Facebook: "Estamos em Lisboa esta noite e estão 36 graus, hot as fuck. Tocar no mesmo club onde tive um ataque cardíaco é assustador!". Apesar das alta temperatura, o concerto terá decorrido com normalidade. "Grande espetáculo, perdi três quilos", referiu um fã português satisfeito em resposta ao post de Wattie. Os Exploited formaram-se em Edimburgo, no ano de 1978, já então com o vocalista Walter (Wattie) Buchan, um ex-soldado. São tidos como referência da segunda vaga do punk inglês, começando pela vertente Oi!, que deu depois lugar a um estilo mais pesado, permeado pelo heavy metal. Foto: Torjussen (sob licença Creative Commons)