Blitz

siga-nos

Perfil

Notícias

Dream Theater lamentam saída de baterista e fundador Mike Portnoy

Músico anunciou saída dos Dream Theater, banda lamenta decisão mas garante que seguirá em frente. Disco novo e digressão estão na calha.

O anúncio de abandono de Mike Portnoy, baterista e um dos fundadores dos Dream Theater, motivou, no site da banda, um comentário dos restantes músicos. Esta semana, Mike Portnoy avisou os fãs que estava de saída dos Dream Theater. "Estou prestes a escrever algo que nunca imaginei que fosse escrever: após 25 anos, decidi deixar os Dream Theater. A banda que criei, liderei e amei verdadeiramente ao longo de um quarto de século". Mike Portnoy explicou que, depois de trabalhar com outros grupos, como Hail, Transatlantic ou Avenged Sevenfold, chegou à conclusão de que se diverte mais e tem "melhores relações pessoais" com aqueles músicos do que com os companheiros dos Dream Theater. Lembrando que os Dream Theater são como o seu "bebé" - "um bebé que acarinhei todo o santo dia desde 1985, 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano" - Mike Portnoy reconheceu, porém, que "a máquina" da banda estava a consumi-lo e que o abandono era inevitável. O baterista explica ainda que o que tinha em mente era um intervalo, e não uma separação, "mas a felicidade tem de vir de dentro, não pode ser forçada". "Embora me magoe pensar nos Dream Theater sem o Mike Portnoy (foi o meu pai que deu o nome à banda!), não quero impedi-los de continuar, por isso decidi sacrificar-me e deixar o grupo para não ir contra os seus desejos", escreveu. Em resposta a este anúncio de Mike Portnoy, os Dream Theater anunciaram a sua tristeza com a decisão. "Não há dúvida de que ele tem sido uma parte muito importante da banda". O grupo afiança, porém, que vai continuar a trabalhar "com a mesma intensidade e seguindo a mesma tradição musical" responsável pelo seu sucesso. Em Janeiro de 2011, os Dream Theater lançam um novo álbum, a ser promovido por uma digressão mundial.