Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

DJ Ten Walls dispensado por comentários homofóbicos; concerto no NOS Alive mantém-se, por enquanto

O músico da Lituânia já pediu desculpa pelas mensagens, onde fazia equivaler homossexualidade e pedofilia. Everything is New diz não ter recebido indicação de cancelamento do concerto de 9 de julho.

Vários festivais europeus retiraram o lituano Ten Walls dos seus cartazes, depois de o DJ ter causado polémica ao comparar os homossexuais a pedófilos.



De seu verdadeiro nome Marijus Adomaitis, Ten Walls já pediu desculpa pelas mensagens, mas os festivais Creamfields, PITCH, Pukkelpop, Urban Arts Forms e Sónar cancelaram a sua atuação nos respetivos eventos.



Na sequência destes cancelamentos, o próprio Ten Wall anunciou no Facebook que iria cancelar os seus próximos espetáculos.



Contactada pela BLITZ, a Everything is New, que organiza o NOS Alive'15, onde Ten Walls tem atuação marcada, diz não ter recebido indicação de que o concerto tenha sido cancelado por parte do artista ou da sua agência, que também já anunciou ter deixado de representá-lo.



A 3 de junho, Ten Walls escreveu no seu Facebook um post em lituano, que o site Gay Star News traduziu para inglês e noticiou. A mensagem seria apagada mas o seu conteúdo já se espalhara pela comunidade online.



"Recordo-me de produzir música para um artista lituano, que me tentou fazer uma lavagem ao cérebro, dizendo que não precisava de ser tão conservador e intolerante em relação a eles [homossexuais]. Quando lhe perguntei: o que farias se soubesses que o rabo do teu filho de 16 anos era rasgado pelo namorado?, ele ficou calado", escreveu Ten Walls, lembrando ainda "os bons anos 90, quando essas pessoas de raça diferente eram tratadas" e associando a homossexualidade ao abuso de crianças por parte de padres da igreja católica. "Infelizmente, as pessoas da outra raça continuam a fazer isso, toda a gente sabe e ninguém faz nada", lamentou.



Depois de apagar a mensagem, o lituano pediu desculpa pela mesma, garantindo que o que escrevera não refletia a sua verdadeira opinião e pedindo desculpa aos seus amigos da comunidade gay.



No entanto, as consequências não se fizeram esperar. Cinco festivais onde Ten Walls iria atuar desistiram da contratação, justificando que as declarações do músico vão contra o espírito dos seus eventos, e o britânico Fort Romeau também cancelou uma atuação na primeira parte de Ten Walls em Londres, como sinal de "rejeição da intolerância e do medo" mostrados naquelas mensagens.



Também a agência Coda Music, que representava o DJ, despediu Ten Walls, dizendo condenar todas as formas de discriminação baseadas em raça, religião ou orientação sexual. A mesma medida tomou a Liaison Artists, que representava Ten Walls nos Estados Unidos.



Nascido há 32 anos, Marijus Adomaitis atingiu sucesso com o êxito "Walking With Elephants", tendo atuação marcada para o NOS Alive a 9 de julho.