Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Chico Buarque junta-se à causa de Luaty Beirão

O músico brasileiro pediu aos organizadores da petição que acrescentassem o seu nome à lista de signatários. Luaty Beirão, músico e ativista luso-angolano, continua detido e em greve de fome.

Chico Buarque contactou os responsáveis pela petição Pela Intervenção do Governo Português na Libertação de Luaty Beirão, pedindo-lhes que acrescentassem o seu nome à lista de signatários. Esta petição foi criada por um grupo de intelectuais, políticos e artistas portugueses e internacionais, noticia o jornal Público. Os cineastas Pedro Costa e Gus Van Sant, os atores Maria de Medeiros e Joaquim de Almeida e o filósofo José Gil são algumas das figuras públicas que associaram, também, o seu nome a esta causa. A petição é dirigida ao ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, e ao embaixador português em Angola, João da Câmara. No texto, pede-se que o Governo português "tome uma posição e publicamente exija a imediata libertação de Henrique Luaty Beirão", o rapper e ativista detido há vários meses, com mais de 16 pessoas, por alegada preparação de um golpe de Estado e de um atentado contra o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos. Desde 21 de setembro que Luaty Beirão está em greve de fome, sendo o seu estado de saúde muito frágil. Na edição desta semana, o Expresso publicou a carta da mulher de Luaty Beirão, Mónica Almeida, ao seu marido. Siga este link para lê-la.