Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Canções do verão de 2015: qual foi a sua?

Disclosure, Major Lazer, Years & Years e Tove Lo são alguns dos mais sérios concorrentes na grande corrida à "canção oficial" do ano. Qual será a "Get Lucky" ou a "Happy" de 2015? Fomos a votos e os resultados estão aqui. Partilhe as suas escolhas connosco.

Major Lazer & DJ Snake ft. MØ "LEAN ON" Diplo, o homem forte do projeto Major Lazer, não é propriamente um novato nisto de canções que marcam os meses mais quentes do ano. Basta recordarmonos de "Paper Planes" de M.I.A., por ele produzido, ou de "Get Free", single retirado do álbum de 2012 de Major Lazer, Free the Universe. Os ritmos exóticos que se tornaram imagem de marca do produtor norte-americano voltam a fazer das suas neste irresistível "Lean On", produzido em parceria com o francês DJ Snake e interpretado pela cantora dinamarquesa MØ. Num verdadeiro "caldeirão" electropop, retirado do álbum Peace is the Mission, editado em junho último, estão elementos de dancehall e moonbahton (fusão de house com reggaeton) e se não estiver bem a ver que música é esta, basta procurá-la nos sítios do costume para perceber que já a apanhou, certamente, numa rádio ou numa festa perto de si.

Disclosure ft. Gregory Porter

"HOLDING ON" Dois anos depois de canções como "White Noise", "F for You" ou "Latch" os terem empurrado para o sucesso, os britânicos Disclosure anunciam o regresso aos álbuns Caracal sai para as lojas em setembro com esta estrondosa "Holding On", magistralmente interpretada pelo vocalista de jazz norte-americano Gregory Porter. Escrita em parceria por Howard Lawrence (uma das metades dos Disclosure), o próprio Gregory Porter e Jimmy Napes (que já ofereceu belas canções a Sam Smith, Jessie Ware e Naughty Boy), "Holding On" está rapidamente a tornar-se um dos êxitos mais incontornáveis do verão de 2015.

Tove Lo "TALKING BODY" É um hino hedonista, pois claro. Corpos perfeitos em contacto, lábios com lábios, mordidas nos dedos e outras brincadeiras marotas, fumo, fumo, fumo, uns copos para fazer o dia tornar-se noite, amor/combate de verão e um refrão suficientemente explícito onde se pode ouvir, na versão não obliterada, "We fuck for live, on and on and on". Tove Lo, 27 anos, já a mostrou por cá no início da temporada quente (atuou no Sumol Summer Fest, por entre os grãos de areia da Ericeira) e será indisputável que possui o pedigree ideal para fazer vingar este "corpo falante" no firmamento pop: é sueca.

The Weeknd "CAN'T FEEL MY FACE"

É a primeira amostra do novo álbum do canadiano Abel Tesfaye, mais conhecido como The Weeknd, e ainda que o longa duração (Beauty Behind the Madness) só saia no final de agosto, já é um dos êxitos deste verão. É difícil não pensar na voz de Michael Jackson ao ouvir este bom pedaço de pop/ electro/disco, que nos Estados Unidos bateu recordes de streaming e airplay radiofónico e na Europa também tem feito furor

Banda do Mar "CIDADE NOVA"

É no verão que as canções da Banda do Mar, incluídas no primeiro disco de Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira, fazem mais sentido. Ainda que o álbum já tenha saído há quase um ano, canções como "Cidade Nova", tema de abertura do disco e uma das composições de Marcelo, ainda soa fresco. A melodia corridinha e um solo de guitarra matreiro fazem de "Cidade Nova" um êxito pronto a desfrutar.

Years & Years "SHINE"

Communion, o álbum de estreia do trio britânico, grita "êxito de verão" a plenos pulmões, mas "Shine", o mais recente single dele retirado, é provavelmente a sua canção mais fresquinha. O tema, que tem a difícil tarefa de suceder ao sucesso "King", fala, segundo o vocalista Olly Alexander, sobre "a sensação avassaladora e instável de nos apaixonarmos por alguém": nada mais perfeito para os meses quentes, portanto.

Kendrick Lamar "ALRIGHT"

Tem sido elogiado pela capacidade de construir grandes metragens de fôlego conceptual, mas não deveremos descurar o potencial pop dos seus singles sobretudo quando, como acontece com "Alright", surgem associados a vídeos de génio e são servidos por um refrão que pode funcionar como mantra motivacional "we gon' be alright", garante o rapper. E todos torcemos para que ele tenha razão...

Artigo originalmente publicado na BLITZ 110 (agosto de 2015)