Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Caetano Veloso diz que nunca mais voltará a Israel

Num artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, o cantor garante que não voltará a atuar nesse país.

Caetano Veloso garante que não voltará a atuar em Israel, após ter por lá passado em julho, na companhia de Gilberto Gil. O cantor, que na altura foi criticado por Roger Waters, figura que tem pressionado vários músicos a não tocarem nesse país, assumiu agora que não voltará a dar um espetáculo em Israel dada a opressão que este exerce sobre o povo palestiniano. Num longo artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, Caetano Veloso revela que "a paz que julgava existir em Telavive era frágil, superficial e ilusória", dizendo também que se "sente em casa" sempre que visita a cidade, mas que não mais lá voltará. A Confederação Israelita do Brasil já reagiu, lamentando a decisão do músico e dizendo que Caetano faz "um desserviço à causa da paz que defende", e que agora se tornou "porta-voz de pregadores do ódio e da discriminação".