Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Banda indie recusa tocar 'à borla' em concerto patrocinado pela McDonald's no South By Southwest

Norte-americanos Ex Cops alegam que a multinacional lhes pediu para atuarem "em troca de exposição, promoção e, possivelmente, uma menção nas redes sociais" da marca. "Estamos a fazer o mesmo que os outros", justifica McDonald's.

O duo norte-americano Ex Cops afirmam que a gigante da fast food lhes terá enviou uma proposta para atuarem no showcase que esta patrocinará, na próxima edição do festival South By Southwest, mas não a troco de dinheiro. Em carta aberta publicada na página de Facebook, a banda acusa a empresa de os ter convidado para dar um concerto "em troca de exposição, promoção e, possivelmente, uma menção nas redes sociais" da McDonald's, bem como a promessa de distribuir refeições pela audiência. De acordo com Brian Harding, vocalista, a multinacional desculpou-se dizendo que "não tinha qualquer orçamento destinado às bandas". Harding, garante, terá questionado então como é que "uma empresa avaliada em 90 mil milhões de dólares" não disponibiliza qualquer verba para os artistas que atuam no seu showcase. "Uma grande empresa como a McDonald's pode pelo menos pagar um pouco aos seus talentos, certo?", escreveu. A chefe global de relações públicas da empresa, Becca Harry, respondeu: "estamos a seguir o mesmo protocolo que os outros patrocinadores do evento", declarou em comunicado destinado aos media, que assinou com a hashtag #slownewsday. Amalie Bruun, a outra metade dos Ex Cops, reagiu dizendo que "pôr uma hashtag no final de um e-mail é o exemplo perfeito de uma empresa arcaica a tentar estar na moda". Os Ex Cops lançaram no ano passado o segundo álbum, Daggers, que contou com produção executiva de Billy Corgan, figura máxima dos Smashing Pumpkins. PAC