Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Atentados em Paris: Mais de 100 mortos em concerto dos Eagles of Death Metal em Paris [atualizado]

Noite negra em Paris com tiroteios e explosões em vários pontos da cidade, assumidos como atentados coordenados.

Vários atentados - assim estão a ser tratados pelas autoridades francesas - tiveram lugar esta noite em Paris. No Bataclan, importante sala de espetáculos da capital francesa, há informações que dão conta de vários mortos na sequência de um tiroteio ocorrido durante um concerto dos Eagles of Death Metal. A polícia francesa avançou que há reféns na sala de espetáculos sediada no XI bairro de Paris, na avenida Voltaire. ATUALIZAÇÃO 23h35: De acordo com a agência France Press, a operação da polícia já deverá estar a ter lugar no interior da sala de espetáculos. 00h00: A polícia, avança a imprensa francesa, terá terminado a operação no Bataclan, tendo abatido dois terroristas. 00h17: 100 mortos no Bataclan, refere a France Press. De acordo com o jornalista do Europe 1 Julien Pearce, que estava no recinto à altura do ataque, "vários homens armados entraram no concerto. Dois ou três, sem máscaras, avançaram com Kalashnikovs e atiraram cegamente sobre a audiência. Durou 10 a 15 minutos. Foi extremamente violento e gerou-se o pânico. Os agressores tiveram tempo suficiente para recarregar as armas pelo menos três vezes. Era muito jovens". Em simultâneo, gerou-se pânico em zonas centrais da cidade e explosões à volta do Estádio de França quando decorria um jogo amigável entre a França e a Alemanha, ao qual assistia o presidente François Hollande, que abandonou o estádio escoltado pela polícia. Também se registou um tiroteio, com vítimas mortais, num restaurante asiático. Houve, pelo menos, sete locais de Paris que foram alvos de ataques. Os atentados foram reivindicados pelo Estado Islâmico. Foto: Getty Images