Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Atentados de Paris: poderá haver uma terceira vítima portuguesa

Christine Gonçalves, de 50 anos, trabalha na editora Mercury e está desaparecida há 48 horas.

Poderá haver uma terceira vítima portuguesa entre as pessoas que perderam a vida nos atentados de Paris de 13 de novembro. Segundo o Diário de Notícias, Christine Gonçalves, de 50 anos, estava no Bataclan durante o concerto dos Eagles of Death Metal e a sua família não consegue contactá-la desde então. Christine Gonçalves trabalha para a editora Mercury. Ao Diário de Notícias, Hermano Sanches Ruivo, vereador da Câmara de Paris e e responsável da associação de lusodescendentes Cap Magellan, confirmou a forte suspeita de que haverá uma terceira vítima portuguesa. Ontem, sábado, foram identificados os corpos de Manuel Dias, de 63 anos, que transportara três pessoas ao Estádio de França, e Précilia Correia, de 35, que estava no concerto no Bataclan. Entre as numerosas vítimas dos atentados de Paris, encontram-se um membro da equipa dos Eagles of Death Metal, que entretanto cancelaram a sua digressão pela Europa, três funcionários da Universal França e um jornalista da publicação musical Les Inrockuptibles. Na sequência dos atentados, várias bandas cancelaram concertos e até mesmo digressões inteiras - caso dos Eagles of Death Metal e também dos Foo Fighters. Getty Images