Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Artistas hip-hop morrem mais cedo? 'Clube dos 27', no rock, já não existe?

Estudo da Universidade de Sydney conclui que sim. Em análise esteve a idade com que morreram músicos de vários géneros. 'Metaleiros' serão, de acordo com o mesmo estudo, os que mais propensos ao suicídio.

Os músicos de hip-hop são aqueles que, em média, morrem mais jovens - esta é a conclusão de um estudo de Dianna Kenny, professora de Psicologia e Música da Universidade de Sydney, na Austrália. O estudo, que comparou a idade com que morreram artistas de vários géneros musicais, defende que a esperança média de músicos ligados ao hip-hop é inferior a 35 anos. O célebre "clube dos 27", coloquialmente ligado ao rock, sofre uma desmistificação: um músico rock vive, em média, até aos 40-45 anos. No outro lado da balança estão os músicos de blues e jazz, que em média chegam até aos 65-70 anos de idade. O estudo analisou ainda as principais causas de morte entre os músicos. No hip-hop, mais de 50 por cento das mortes de músicos do género estão atribuídas a homicídios. No que a suicídios diz respeito, a maior incidência está no heavy metal, com 19 por cento dos artistas analisados a perderem a vida desta forma. O estudo pode ser consultado, com gráficos, aqui. Foto: Christian Triebert (sob licença Creative Commons)