Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Agência de notícias confunde milionário acusado de homicídio com Fred Durst

Associated Press escreveu que o vocalista dos Limp Bizkit iria ser preso por homicídio.

A agência noticiosa Associated Press escreveu, por engano, que Fred Durst, vocalista dos Limp Bizkit, foi acusado de homicídio.



Na verdade, quem confessou acidentalmente o alegado crime, desconhecendo ter um microfone ligado na casa-de-banho, foi Robert Durst, herdeiro de uma fortuna no ramo imobiliário e protagonista de uma série de reality tv chamada The Jynx.



"[As autoridades] disseram à Associated Press que já foi emitida uma ordem de prisão para o antigo líder dos Limp Bizkit", escreveu a agência noticiosa, que entretanto corrigiu a informação: "Robert Durst é um herdeiro no ramo imobiliário, enquanto Fred Durst é o antigo líder dos Limp Bizkit".



Na verdade, Fred Durst ainda lidera os Limp Bizkit, que deverão lançar um novo álbum este ano. 



Para saber mais sobre o insólito caso de Robert Durst, suspeito de ter morto três pessoas, incluindo a mulher, consulte o artigo do Expresso.