Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Adele terá recusado mais de 100 milhões de euros para fazer digressão

A cantora britânica prepara-se para lançar o terceiro disco mas não parece disposta a envolver-se numa longa digressão mundial, diz a imprensa britânica.

Adele terá recusado 80 milhões de libras (mais de 100 milhões de euros) para promover ao vivo o seu terceiro álbum. Segundo um artigo do Sunday People, a cantora londrina recebeu numerosas propostas dos maiores promotores de espetáculos do mundo, com vista a dar concertos em 2016. 

No entanto, Adele não parece estar disposta a embarcar numa longa digressão mundial, mormente devido a não querer viajar com o filho, de três anos, e também por receios de forçar a voz, depois de ter sido submetida a uma operação às cordas vocais. Fontes da indústria calculam que os promotores pudessem cobrar mais de 100 euros por bilhete, numa eventual digressão mundial de Adele por estádios e grandes arenas. Também os casinos de Las Vegas terão feito propostas milionárias, para que a inglesa fizesse longas residências, à semelhança de Elton John ou Celine Dion