Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Operação U2: a revolução de “Achtung Baby”

O disco que marcou a entrada dos U2 nos anos 90 mostrou uma banda preparada para o futuro

Na ressaca de “Rattle and Hum” e daquilo que consideraram ser um período de estagnação criativa, os U2 resolveram fazer diferente no sétimo álbum. As primeiras sessões de gravação daquilo que viria a tornar-se “Achtung Baby” decorreram em Berlim, tendo o disco sido depois terminado já em Dublin. Novamente com a colaboração de Daniel Lanois e Brian Eno na produção, a banda entrou nos anos 90 com uma sonoridade revigorada.

U2 - "Achtung Baby"

U2 - "Achtung Baby"

Com uma estética mais “europeia”, e influências de música eletrónica e industrial, o álbum, que chegou às lojas em novembro de 1991, foi descrito pela banda como “o som de quatro homens a mandar abaixo a Joshua Tree”. É até hoje um dos álbuns mais bem sucedidos da carreira dos U2 – muito por culpa de singles como ‘One’, ‘Mysterious Ways’ ou ‘Even Better Than the Real Thing’ –, tendo sido elogiado pela crítica e subido à liderança das tabelas de vendas de países tão diversos quanto Austrália, França ou Estados Unidos.

“Achtung Baby” vendeu 18 milhões de cópias e voltou a render ao quarteto irlandês um Grammy de melhor performance rock. Em 2011, como forma de celebrar os 20 anos, foi reeditado, com a banda a apresentar também um documentário realizado por Davis Guggenheim e intitulado “From the Sky Down” que incluía imagens das sessões de gravação.