Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Fyre Festival

Pagaram fortunas em mordomias VIP e só viram tendas, comida de piquenique e nada de música. O festival-fracasso está em tribunal

Fyre Festival foi um fiasco

Dois festivaleiros presentes no desastroso Fyre Festival, em 2017, irão ser indemnizados em mais de 5 milhões de dólares (4,3 milhões de euros) após terem vencido um processo judicial contra o organizador do evento, Billy McFarland.

Os queixosos dizem ter gasto mais de 11 mil euros em pacotes VIP para o festival, que foi anunciado como sendo um evento de luxo, nas Baamas. No entanto, à chegada à ilha, os festivaleiros encontraram apenas tendas, comida de piquenique e nada de música.

Apesar de terem vencido o processo, não é certo que venham a receber o valor das indemnizações na sua totalidade, dada a alegada falta de capacidade financeira do organizador e o facto de haver mais processos a correr contra si.

McFarland, que não esteve presente em tribunal, já havia sido dado como culpado de induzir investidores em erro e de fraude bancária, podendo ser condenado a 40 anos de prisão. A sua sentença será lida em agosto.

O festival motivou, ao longo do último ano, vídeos que o parodiam: