Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

A israelita Netta Barzilai, vencedora da Eurovisão 2018

Andres Putting

Netta Barzilai, vencedora da Eurovisão, acusada de “apropriação cultural”

Artista israelita, que se sagrou vencedora no sábado com o tema 'Toy', está a ser arrasada nas redes sociais por se ter “apropriado” de símbolos da cultura japonesa

Netta Barzilai, a israelita que no sábado venceu o Festival da Eurovisão com o tema 'Toy', está a ser acusada de "apropriação cultural". São várias as vozes que, através das redes sociais, se insurgem contra a utilização de símbolos culturais japoneses durante a atuação de Barzilai.

A cantora subiu ao palco envergando um vestido inspirado num kimono, com o cabelo preso em dois carrapitos e tinha como pano de fundo duas estantes onde estavam alinhadas séries de gatos da sorte (Maneki Neko) asiáticos.

No Twitter, um seguidor da Eurovisão disse "portanto, alguém que literalmente usou a cultura japonesa como adereço ganhou a Eurovisão? Bom trabalho", outro acusa: "um país que faz bullying a outro país há meio século ganhou a Eurovisão com uma canção anti-bullying enquanto imitava uma galinha e se apropriava da cultura japonesa". Reveja a atuação de Netta Barzilai abaixo.