Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Tudo sobre o primeiro concerto dos U2 em 2018, a quatro meses do regresso a Portugal. As surpresas, o alinhamento, os vídeos

Em Lisboa, os U2 tocam em setembro. Em Tulsa, Oklahoma, estrearam a nova digressão com um espetáculo que a Rolling Stone descreveu como interessante e imprevisível

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

“É provável que alguns fãs tenham saído do concerto a queixar-se que não ouviram os seus êxitos favoritos, mas é difícil sentir pena deles, tendo em conta que, na última digressão, [os U2 só tocaram] os êxitos” - o veredicto é da Rolling Stone, que assistiu ao primeiro concerto da nova digressão dos U2, na cidade norte-americana de Tulsa.

Na estreia da Experience + Innocence Tour, muitos dos clássicos da banda irlandesa ficaram de fora: foi o caso de 'New Year's Day', 'Bad', 'Mysterious Ways', 'I Still Haven't Found What I'm Looking For', 'Bullet the Blue Sky', 'With or Without You' e 'Where The Streets Have No Name'.

Usando o mesmo palco que na digressão Innocence + Experience, os U2 recuperam neste espetáculo uma sequência que também apresentaram naqueles concertos: 'I Will Follow', 'Iris', 'Cedarwood Road', 'Song for Someone', 'Sunday Bloody Sunday', 'Raised by Wolves' e 'Until the End of the World'.

A noite começou ao som de 'Love Is All We Have Left', do álbum “Songs of Experience”, momento em que a banda convidou os fãs a assistirem ao que se passava em palco através de uma app de realidade aumentada. “E se a imagem gigante e fantasmagórica de Bono que a app criou nos nossos telemóveis foi bastante fixe, ainda mais fixe foi a app gastar a bateria com velocidade estonteante, uma forma discreta de os U2 nos encorajarem a deixarmos o telemóvel de lado no resto da noite”.

O regresso a 'Hold Me, Thrill Me, Kiss Me, Kill Me', da banda-sonora de “Batman Forever”, e à persona Mr. MacPhisto, da era Zoo Tour, foram outros dos momentos altos do concerto, no qual Bono fez várias alusões aos confrontos em Charlottesville e aos conflitos raciais nos Estados Unidos.

'Acrobat, o único tema de “Achtung Baby” que nunca fora tocado ao vivo, foi uma das surpresas do alinhamento, a par de 'Staring at the Sun', cuja última apresentação em palco acontecera em 2001. Nesta canção, os ecrãs mostraram imagens de neonazis em Charlottesville, no ano passado. Também 'Who's Gonna Ride Your Wild Horses', que não era tocada em concerto há 12 anos, fez uma aparição em Tulsa.

Veja aqui o alinhamento do primeiro concerto da nova digressão dos U2, que em setembro chega a Portugal para dois concertos na Altice Arena, em Lisboa.

1. Love Is All We Have Left
2. The Blackout
3. Lights of Home
4. Beautiful Day
5. All Because of You
6. I Will Follow
7. The Ocean
8. Iris (Hold Me Close)
9. Cedarwood Road
10. Song for Someone
11. Sunday Bloody Sunday
12. Raised by Wolves
13. Until the End of the World
14. Elevation
15. Vertigo
16. Desire
17. Acrobat
18. You're the Best Thing About Me
19. Staring at the Sun
20. Pride (in the Name of Love)
21. Get Out of Your Own Way
22. American Soul
23. City of Blinding Lights
24. Who's Gonna Ride Your Wild Horses
25. One
26. Love Is Bigger Than Anything
27. 13 (There Is a Light)