Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Stella Bulochnikov e Mariah Carey

Getty Images

Mariah Carey reage às acusações de assédio sexual da ex-manager: “Não respondo a mentiras nem ameaças. Ela não fez o seu trabalho”

Advogados da artista norte-americana defendem que Bulochnikov prestou “um mau serviço à cliente”

Sob ameaça de um processo legal movido pela sua ex-manager, Stella Bulochnikov, Mariah Carey reagiu às acusações de assédio sexual de que é alvo.

"Stella Bulochnikov foi demitida do seu trabalho enquanto manager da Mariah por não ter sido capaz de fazê-lo a contento e por providenciar um mau serviço à sua cliente", avançou um porta-voz da cantora à revista People. "Ela tem estado a espalhar rumores falsos e não responderemos a mentiras nem ameaças".

Recorde-se que Bulochnikov acusa a artista norte-americana de lhe dever muito dinheiro e de a assediar sexualmente. Defende também que Mariah Carey estava "completamente drogada" durante a atuação desastrosa no espetáculo de passagem do ano 2016-2017 em Times Square, Nova Iorque, e diz que a cantora é "viciada em álcool, comprimidos e marijuana".

Carey e Bulochnikov trabalharam juntas durante três anos. Um comunicado emitido aquando do afastamento da então manager da artista afirmava que as partes "continuaram a apoiar-se em alguns negócios". Contudo, na passada sexta-feira os advogados de Bulochnikov alegaram quebra de contrato.

No início do mês, Mariah Carey revelou que sofre de doença bipolar há vários anos.