Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Kendrick Lamar

Como Kendrick Lamar ganhou o Prémio Pulitzer de Música

Kendrick Lamar tornou-se o primeiro rapper a vencer este prémio

Kendrick Lamar foi galardoado com o Prémio Pulitzer de Música. O rapper tornou-se o primeiro músico que não dos campos da música clássica ou do jazz a vencer este prémio.

Em declarações à Billboard, Dana Canedy, responsável pela atribuição dos Prémios Pulitzer e antiga galardoada, explicou que o júri, composto por compositores, críticos e académicos, votou de forma "unânime" em Kendrick Lamar e em DAMN., álbum editado em 2017 pelo rapper e que lhe garantiu o prémio.

"O sistema funcionou como deveria; um trabalho realmente fantástico foi [esta semana] celebrado, na categoria de Música", afirmou, descrevendo a atribuição do prémio a Lamar como tendo sido feita "no momento ideal", mesmo que DAMN. seja já o terceiro trabalho de estúdio do rapper.

A ideia de entregar o Prémio Pulitzer de Música a Kendrick Lamar surgiu após uma discussão "intensa", contou. "O júri estava a analisar uma obra musical que tinha influências hip-hop e alguém disse: 'se estamos a considerar [atribuir o prémio] a uma obra com estas influências, porque não dá-lo a algo do campo do hip-hop?'".

Canedy descreveu ainda o álbum como "uma colagem densa e sofisticada de sons híbridos e polirritmos, sob uma camada do que consideraríamos como texto cinético", uma descrição que não se encontra muito longe da do próprio júri.

Para os membros do júri, DAMN. é "uma virtuosa coleção de canções, unificadas pela sua autenticidade vernacular e dinamismo rítmico, que cria pequenas histórias comoventes que captam a complexidade da vida afro-americana moderna".

A administradora diz-se ainda "orgulhosa" por ter ajudado a fazer história, dizendo que este é "um enorme momento para a indústria musical".