Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Dave Navarro

Dave Navarro recorda o assassinato da sua mãe. “Aos 18 já era heroinómano”

O guitarrista dos Jane's Addiction falou de como o trauma o levou às drogas

Dave Navarro, guitarrista dos Jane's Addiction, deu uma entrevista ao Yahoo na qual explica a forma como o assassinato da sua mãe, quando tinha apenas 15 anos, o conduziu até às drogas.

"Uma pessoa traumatizada tende a refugiar-se nas drogas", começou por dizer. "Tinha apenas 15 anos quando isso aconteceu, quando a minha mãe foi morta. Muito naturalmente, comecei a beber, a fumar erva, a mandar uma linha de coca de vez em quando, algumas drogas alucinógenas".

"E então, sem saber como, aos 18 anos já era heroinómano", continuou. "E assim fiquei durante muitos anos. Não sei se me teria tornado num viciado se esse homicídio não tivesse acontecido, não sei ler o futuro - se calhar teria", concluiu.

O homem que matou a mãe de Dave Navarro era um ex-namorado seu, de seu nome John Riccardi. Riccardi acabaria por ser preso oito anos após o crime, mas o guitarrista diz que nunca irá conseguir superar o trauma.

"Não dá para superar a morte de uma pessoa querida, quando acontece dessa forma. O medo pode ter parado, mas eu ainda era um viciado", afirmou. "Quando a minha mãe morreu, não tive um sistema de suporte. Não tive um terapeuta. Não tive um psiquiatra. Não tinha amigos que me pudessem perceber. E senti-me sempre como o estranho do grupo, porque tinha este trauma horrível que eles não tinham", rematou.