Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

U2 ao vivo em 2011

Getty Images

Palco 360º dos U2, o maior de sempre, passa a atração turística

O maior palco da história do rock vai ser convertido numa instalação artística

O palco que os U2 utilizaram durante a digressão 360º, de 2009 a 2011, irá ser convertido numa instalação artística.

A ideia partiu de Brent Andersen, fundador e diretor executivo do aquário Loveland Living Planet, em Salt Lake City, que viu os U2 ao vivo em Barcelona, durante essa digressão.

"Nem sequer queria entrar no estádio [Camp Nou, onde os U2 atuaram]. Estava a atrasar a fila porque queria olhar para o palco. Não o via como uma peça de arquitetura funcional, era para mim uma escultura dinâmica, uma obra de arte", afirmou.

Quando descobriu que o grupo irlandês estava a vender esse mesmo palco, denominado "The Claw" ["A Garra"], Andersen não teve dúvidas; após chegar a acordo com a empresa responsável pela venda, o empresário procura agora tê-lo montado até junho de 2019.

"A Garra", no Estádio de Wembley [Inglaterra]

"A Garra", no Estádio de Wembley [Inglaterra]

Getty Images

"Há muitos problemas de engenharia por ultrapassar", afirmou. "Esta estrutura gigante foi criada de forma a ser montada e desmontada no espaço de três dias, e transportada posteriormente. Nós iremos transformá-la numa estrutura permanente que deverá durar entre 70 a 80 anos".

Para além de passar a ser uma instalação artística e uma atração turística para todos os visitantes do aquário, "A Garra" irá, também, poder acolher concertos. Sendo que o seu propósito é nobre: fazer com que esses mesmos visitantes percebam e respeitem os ecossistemas do planeta Terra.

"Há vários estudos que mostram que as pessoas são mais recetivas à aprendizagem quando estão num estado de fascínio. Nós estamos a criar uma experiência envolvente, interativa e esteticamente entusiasmante, que também é educativa", explicou ainda Anderson.