Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Spotify surpreende na sua entrada em bolsa

A plataforma de streaming estreou-se esta semana na Bolsa de Nova Iorque

O Spotify entrou finalmente em bolsa, estreando-se em alta na Bolsa de Nova Iorque.

A plataforma de streaming valorizou em mais de 25%, o que resultou num aumento do seu valor de mercado de 24 mil milhões de euros.

O valor das ações do Spotify foi fixado em 107 euros por Wall Street, mas a plataforma começou a negociá-las por 134 euros e acabou a vendê-las por 121 euros, um aumento significativo.

A entrada do Spotify em bolsa mereceu também uma atenção especial por parte dos investidores, visto que a plataforma optou por uma entrada direta, por oposição a uma Oferta Pública Inicial.

Esta entrada direta implicou a compra, por parte dos investidores, das ações já existentes, visto que não foram emitidas novas ações. E levará, também, a que o Spotify pague muito menos em taxas.

No entanto, não significa mais dinheiro para o Spotify; os investidores e detentores de ações anteriores passam, simplesmente, a poder vendê-las em bolsa aos interessados.

O fundador e presidente executivo do Spotify, Daniel Ek, justificou esta decisão - bem como o facto de que, ao contrário do que é tradição, nenhum executivo do Spotify tocou o sino na Bolsa de Nova Iorque - com um comunicado posteriormente emitido.

"Normalmente, as empresas tocam sinos. Normalmente, as empresas gastam o dia a dar entrevistas nas bolsas a alardear por que é que as suas acções são um bom investimento. Normalmente, as empresas não querem entradas directas”, escreveu. “O nosso foco não é num splash inicial. Em vez disso, vamos trabalhar para construir, planear e imaginar no longo prazo".