Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Jay-Z e Gloria Carter em 2011

Getty Images

Jay-Z chorou de alegria quando a sua mãe assumiu a homossexualidade

A mãe de Jay-Z assumiu a sua homossexualidade no último álbum do rapper, 4:44

Jay-Z diz ter "chorado de alegria" quando a sua mãe assumiu publicamente a homossexualidade, num dos temas presentes no último álbum do rapper, 4:44.

Em "Smile", Gloria Carter, mãe de Jay-Z, recita um poema no qual se assume lésbica, dizendo que "viveu nas sombras", "feliz mas não livre".

À conversa com David Letterman, para o novo programa do apresentador de televisão no Netflix, My Next Guest Needs No Introduction, Jay-Z admite ter chorado de "felicidade" pela sua mãe: "Chorei porque estava feliz por ela, finalmente estava livre", explicou.

O rapper revelou ainda que a sua mãe se assumiu durante as gravações do seu último álbum. "Quando o álbum estava a ser feito, ela contou-me. Escrevi a 'Smile' no dia seguinte", disse. "Eu conhecia a orientação sexual dela, mas foi a primeira vez que tivemos esta conversa e que ela me disse que amava a sua parceira. E eu chorei".

Veja aqui um excerto da entrevista de Jay-Z com David Letterman: