Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Dua Lipa

Dua Lipa foi acusada de fingir urgência dentária e já reagiu: “Essas afirmações são perigosas”

Cantora britânica desmentiu as acusações de um jornalista australiano depois de se ver obrigada a cancelar concertos no país

Há duas semanas, Dua Lipa cancelou concertos que tinha marcados na Austrália, nas primeiras partes de espetáculos de Bruno Mars, para ser operada de urgência aos dentes, sendo posteriormente acusada por um jornalista australiano de fingir a situação médica.

Richard Wilkins justificou a acusação com a atuação da cantora britânica no programa de televisão de Jimmy Kimmel, que foi exibido no início da semana passada mas que, segundo Lipa, já tinha sido gravado em fevereiro.

No Twitter, a cantora defendeu-se: "se fosses um bom jornalista tinhas investigado bem em vez de falares sem saber. O Jimmy Kimmel foi filmado em fevereiro em Los Angeles e exibido ontem. Tenho estado na Austrália a repousar na cama e não teria cancelado os concertos com o Bruno se não tivesse sido obrigada a tal".

Agora, numa entrevista radiofónica, a artista apelidou as acusações do jornalista australiano de "perigosas". "Fiquei bastante irritada. Não conseguia atuar, não conseguia abrir a boca. Mal conseguia comer", disse Lipa, "fiquei muito chateada porque os meus fãs ficaram zangados e fazer esse tipo de afirmações é perigoso".

O jornalista, entretanto, já pediu desculpas pela situação, também no Twitter: "as minhas sinceras desculpas, Dua Lipa. Não queria dar falsas informações. Assumi que estivesses a atuar em direto no Jimmy K. Os teus fãs e o meu filho já me castigaram severamente!".