Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

“Aquilo não presta para nada”. Rui Veloso considera festival da Eurovisão “uma pimbalhice”

Rui Veloso deixou várias críticas ao Festival da Canção e elogiou Diogo Piçarra

Rui Veloso esteve recentemente no programa de YouTube de Rui Unas, Maluco Beleza, onde deixou várias críticas ao Festival da Canção.

O músico referiu-se ao evento como "uma pimbalhice do c******", e ao Festival da Eurovisão como "um circo". "Aquilo não presta para nada", rematou.

Da sua própria passagem pelo Festival da Canção, Rui Veloso diz ter sido "penosa". "Não suporto desafinação. Incomoda-me, até fisicamente", explicou.

O autor de temas como "Não Há Estrelas No Céu" deixou ainda críticas a Tozé Brito, jurado do Festival da Canção e vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, pela reação deste às acusações de plágio feitas contra Diogo Piçarra.

"Veio para a imprensa, muito enxofrado… Incomoda-me deveras porque o Tozé Brito representa a Sociedade Portuguesa de Autores e é suposto defender os autores", comentou.

"Já no caso do Tony Carreira o vi praticamente a defender o plagiador. Ele disse 'só há plágio quando uma obra não tem uma identidade própria e não quando uma canção é parecida com outra'. Hello? Será que estou a ser estúpido?".

Numa conversa animada, só Diogo Piçarra mereceu elogios por parte de Rui Veloso. Comentando a desistência do cantor do Festival da Canção, Veloso afirmou que Piçarra "esteve bem, foi de homem". "Subiu muito na minha consideração. É um tipo muito bem-intencionado", acrescentou.

Veja aqui parte da entrevista com Rui Veloso: