Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Bono pede desculpa após funcionários da sua organização anti-pobreza serem acusados de assédio

Funcionários da One Campaign, uma organização não governamental co-fundada por Bono, estão a ser alvo de acusações graves

A One Campaign, uma organização não governamental co-fundada por Bono e que tem como propósito o combate à pobreza, pode vir a ter de responder em tribunal após alguns dos seus funcionários terem sido acusados de assédio.

O caso tornou-se conhecido em novembro passado, quando um grupo de ex-funcionários dos escritórios de Joanesburgo, na África do Sul, revelou no Twitter os abusos de que foi alvo, dizendo terem sido tratados "pior do que os cães".

Uma outra mulher acusou, também, a One Campaign de a ter despromovido, após ter rejeitado as propostas sexuais de um membro de um governo estrangeiro.

Em declarações ao jornal Mail On Sunday, o vocalista dos U2 pediu desculpa a todas as vítimas e disse querer encontrar-se pessoalmente com elas.

"Odeio abusos, não os suporto. Criámos a One Campaign para ajudar as pessoas mais pobres, em lugares mais pobres, que eram alvo deste género de abusos", disse. "Descobrir, em novembro passado, que havia vários casos deste tipo nos nossos escritórios em Joanesburgo deixou-me, e aos diretores da One Campaign, furiosos".