Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

“Seria uma prostituta se concordasse em reunir os Led Zeppelin. Mas eu não sou uma prostituta”, diz Robert Plant

Robert Plant voltou a falar de uma hipotética reunião dos Led Zeppelin

Em entrevista à revista Esquire, Robert Plant voltou a abordar uma hipotética reunião dos Led Zeppelin, dando uma vez mais a entender que tal nunca acontecerá.

Agastado, o músico procurou acabar de uma vez por todas com o tema: "Não têm de falar comigo se tudo o que querem saber tem a ver com os Led Zeppelin. O John Bonham morreu há 38 anos. É essa a história", disse.

"Os Led Zeppelin foram uma fábrica de diversão fantástica, durante algum tempo, mas eram compostos por três músicos fenomenais e um vocalista a viver naqueles tempos. Não vão fazer com que eu deixe de fazer o que faço agora", rematou.

Robert Plant deixou palavras ainda mais duras: "Se eu concordasse em reunir os Led Zeppelin, seria uma prostituta. Mas eu não sou uma prostituta. Sou um cantor e aborreço-me facilmente".

O músico irá, assim, procurar continuar com a sua carreira a solo - indiferente aos apelos dos seus fãs mais velhos para que os Led Zeppelin regressem ao ativo. "O meu trabalho tem sido muito bem recebido ao longo dos últimos 10/15 anos. E isso faz-me sentir que estou no caminho certo, mesmo que outras pessoas não o conheçam", explicou.