Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Doce

Festival da Canção homenageou as Doce mas não as convidou. “Estamos muito tristes”

Fátima Padinha e Teresa Miguel, duas das vozes das Doce, emitiram comunicado no qual lamentam não ter sido convidadas pela RTP para um evento onde foram alvo de homenagem

As Doce foram homenageadas no Festival RTP da Canção, que se realizou no passado sábado, através de um medley de vários dos seus sucessos, interpretados por Ana Bacalhau, Marta Ren, Selma Uamusse e Catarina Salinas sob direção musical de Moullinex.

Contudo, a própria banda feminina dos anos 80 portugueses vem agora revelar que não foi convidada para a cerimónia. Num comunicado emitido numa página de fãs do grupo no Facebook, Teresa Miguel e Fátima Padinha - duas das vozes das Doce, às quais se juntavam Lena Coelho e Laura Diogo - revelam-se "muito tristes" pelo silêncio da RTP.

"[Ficámos] tristes, muito tristes por não termos estado presentes", pode ler-se. "As Doce estão vivas e nós gostamos, em respeito pelo nosso público, de marcar presença quando somos recordadas. Ao ver outros dignos vencedores do Festival da Canção, tive pena que se tivessem esquecido de nos convidar, a nós que vencemos dois festivais, com os Gemini e com as Doce".

A RTP lamentou "profundamente o lapso", numa breve declaração ao portal Sapo.

Leia aqui o comunicado na íntegra:

FESTIVAL DA CANÇÃO

A RTP lembrou-se de recordar algumas canções das DOCE, grupo a quem emprestámos as nossas Vozes e as nossas Almas de forma incondicional.

Ficámos felizes com a alegria contagiante e com o aplauso sincero que a nossa música continua a suscitar ao fim de quase 40 anos, mas tristes, muito tristes por não termos estado presentes. Não termos sido convidadas para o evento que tantas vezes defendemos, não tivemos a oportunidade de agradecer tão reconfortante ovação e sobretudo de manifestar a nossa gratidão a tantos portugueses de tantas gerações, que ao longo de anos nos fizeram sentir o seu precioso apoio e o seu inexcedível Amor...

Continuando a ser senhoras das nossas Vozes e das nossas faculdades, almejávamos ter podido dizer que nunca esquecemos os nossos fãs e que os iremos amar até ao fim dos nossos dias. Eles são uma das razões das nossas vidas e da nossa felicidade.

As DOCE estão vivas e nós gostamos, em respeito pelo nosso público, de marcar presença quando somos recordadas. Ao ver outros dignos vencedores do Festival da Canção, tive pena que se tivessem esquecido de nos convidar, a nós que vencemos dois festivais, com os Gemini e com as DOCE e onde participámos em tantos outros...

Um beijo grande para quantos, nunca se esqueceram de nós.

Fátima Padinha
Teresa Miguel

Moullinex, produtor da homenagem às Doce levada a palco na final do Festival da Canção revelou, em declarações à BLITZ, que o projeto é para continuar. "Chama-se Mais Doce", acrescentou.

Em palco no passado domingo, recorde-se, estiveram Ana Bacalhau, Catarina Salinas (Best Youth), Marta Ren e Selma Uamusse, interpretando canções tão emblemáticas quanto 'Ali-Babá', 'OK KO', 'Quente Quente Quente' ou 'Amanhã de Manhã'.

O músico - que diz que "as Doce foram a minha porta de entrada para o disco sound" - fala de um concerto e da vontade também de gravar um disco.

A Universal, editora de Ana Bacalhau, emitiu entretanto um comunicado no qual se lê: "a homenagem repete-se em maio, no Terreiro do Paço, em Lisboa, inserida no Eurovision Village, espaço de programação complementar ao Festival da Eurovisão".

Recorde a homenagem no Festival: