Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

As reações de Cláudia Pascoal e Isaura à vitória no Festival da Canção

Cláudia Pascoal e Isaura são as grandes vencedoras da edição deste ano do Festival da Canção

Cláudia Pascoal (como intérprete) e Isaura (como compositora) foram as grandes vencedoras da edição deste ano do Festival da Canção, com o tema "O Jardim".

A dupla sucede assim a Salvador e Luísa Sobral, indo representar Portugal no Festival da Eurovisão, que se realiza em Lisboa em maio.

Isaura não prometeu um sucesso tão grande como aquele obtido por Salvador Sobral, mas prometeu que a dupla irá dar o seu melhor. "Queremos deixar os portugueses orgulhosos, e vamos dar luta", afirmou, em conferência de imprensa.

"Aquilo que o Salvador e a Luísa Sobral conquistaram para nós, no ano passado, é um feito histórico, não é fácil repetir. Mas acho que isso nos deu garra e vontade de trabalhar. Não quero falhar a ninguém que votou, que gosta da canção e que acredita que devemos ser nós a ir representar Portugal", continuou.

Salientando que a edição deste ano do Festival contou com "muitas canções bonitas, e podiam ter ganho outras", Isaura não escondeu a emoção pela vitória. "Desatei a chorar em direto. Eu, que tenho sempre imensas palavras, parecia que tinha uma branca na cabeça", disse. "Não estou a acreditar que tenho mil pessoas com telemóveis apontados", contrapôs Cláudia, que sublinhou a "responsabilidade" que é "jogar em casa" no Festival da Eurovisão. "Mas é um reconforto enorme. Estar em Lisboa a representar Portugal é inigualável", afirmou.

Em relação a Isaura e a "O Jardim", Cláudia Pascoal só deixou elogios: "Quando eu ouvi a música da Isaura emocionei-me. Fala de saudade, uma saudade dolorosa mas reconfortante. Se calhar as pessoas sentiram o que eu senti, com a perda da minha avó, dos meus amigos que já partiram", contou.