Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

“Nunca pensei que ele se matasse depois de ver o que estava a passar a família do Chris Cornell”, afirma viúva de Chester Bennington

Talinda Bennington voltou a falar da morte de Chester Bennington, dos Linkin Park

A viúva de Chester Bennington, Talinda, voltou a falar da morte do vocalista dos Linkin Park durante uma conferência da Canadian Event Safety, organização que procura cuidar da saúde mental daqueles que trabalham na indústria do entretenimento.

Casada com Chester ao longo de 12 anos, Talinda Bennington falou dos vícios e da depressão do músico, algo pelo qual nunca passou. "Também tenho os meus demónios, mas tratámo-los de formas diferentes", disse.

A viúva de Chester não esconde que a morte deste foi "uma surpresa". "Ele já tinha tentado suicidar-se, mas pensei que fosse porque na altura estava alcoolizado. Era isto ou aquilo. Fui ingénua ao pensar que estávamos safos", lamentou.

"Vimos um grande amigo nosso, o Chris Cornell, suicidar-se. E eu senti que, ao ver aquilo pelo qual a Vicky [Cornell] e os filhos dele passaram, isto [o suicídio de Chester] nunca aconteceria".

Talinda Bennington falou ainda do dia em que recebeu a notícia da morte de Chester, e de como reagiu. "Sabia que tinha de entrar na casa onde o meu marido pôs termo à vida. E tinha de o normalizar, [porque] os meus filhos responderiam à minha reação", explicou.