Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

José Cid 2006

Rita Carmo

José Cid sobre Tony Carreira: “O próximo álbum dele é o primeiro de originais”

Em entrevista publicada hoje, Cid “atirou-se” novamente a Tony Carreira, mas deixou elogios a Salvador Sobral, Capicua e Capitão Fausto

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

José Cid pronunciou-se sobre várias figuras da música portuguesa, em entrevista ao jornal i, a propósito do seu novo álbum.

Sobre Tony Carreira, por exemplo, ironizou: "Não quero falar sobre ele porque não quero promover o próximo álbum, que é finalmente o primeiro de originais. (...) Finalmente vamos ter Tony Carreira a cantar originais em português", disse, numa alusão velada às acusações de plágio de que o cantor português foi alvo.

Na mesma entrevista ao jornal i, José Cid elogiou Salvador e Luísa Sobral pela vitória na Eurovisão, em 2017.

"Tenho de dar os parabéns à Luísa Sobral por ter escrito uma canção genial e por ter tido a boa ideia de convidar o mano", afirma, acrescentando que Salvador Sobral "precisa de gravar mais em português e de se aproximar da grande poesia".

Para José Cid, "Amar Pelos Dois" é "uma das grandes baladas já escritas em Portugal, a par de "E Depois do Adeus", de Paulo de Carvalho, ou da sua "Cai Neve em Nova Iorque".

"A Luísa e o Salvador devolveram o festival a um patamar assombroso. Se houvese uma Eurovisão das Eurovisões, seriam [eles] outra vez a ganhar", diz ainda José Cid ao jornal i.

Na mesma entrevista, o músico fala da canção que, no novo disco, dedica aos Capitão Fausto ("No primeiro disco deles havia uma canção chamada 'José Cid', eu respondo-lhes com 'A Banda do Capitão Fausto'"), e elogia ainda Capicua: "Acho-a fantástica".

Tendo recentemente editado o álbum "Clube dos Corações Solitários do Capitão Cid", José Cid voltará este ano ao Festival da Canção, como autor da canção "O Som da Guitarra é a Alma de um Povo", a interpretar com o seu sobrinho Gonçalo Tavares.