Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Bruce Dickinson, dos Iron Maiden

Getty Images

“Os downloads ilegais destruíram o conceito de que a música tinha valor”, diz Bruce Dickinson, dos Iron Maiden

O vocalista dos Iron Maiden lamentou as dificuldades que os artistas sentem em vender discos, hoje em dia

O vocalista dos Iron Maiden, Bruce Dickinson, esteve recentemente à conversa com o website alemão Comebackstage, onde abordou o impacto da pirataria na música.

O músico lamentou que, atualmente, os jovens artistas já não consigam fazer dinheiro através das vendas de discos - e culpa os downloads ilegais.

"O Napster [website de partilha de música, criado em 1999] destruiu o conceito de que a música tinha valor, o que é terrível", disse. "Acho que o tipo que o criou devia ser preso. Foi um ato de destruição egoísta. Usou o entusiasmo do grande público, que não tem culpa - porque só pensava em como ia ter toda a música de borla. O que não perceberam foi que estavam a destruir toda uma cultura", explicou.

Dickinson admitiu ainda que os Iron Maiden já não fazem tanto dinheiro com os seus discos, lucrando sobretudo com as digressões. "As bandas que estão a nascer agora e a fazer boa música não se podem dar a esse luxo", prosseguiu.

"As pessoas pagam por um livro, mas não pagam por um álbum. É muito triste. Não sei onde o futuro nos levará. Acho que toda a gente precisa de ser educada em relação ao valor da música, que os músicos têm valor", concluiu.