Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Kaya Scodelario

Getty Images

Kaya Scodelario, estrela da série “Skins” e da saga “Maze Runner”, fala sobre abusos sexuais que sofreu aos 12 anos

Atriz inglesa, com ascendência brasileira, explica que os abusos aconteceram no Brasil e que a família do agressor o tenta proteger até hoje

A atriz inglesa Kaya Scodelario, que se tornou conhecida com a série de televisão Skins e a saga cinematográfica Maze Runner, falou ao jornal Metro sobre ter sido abusada sexualmente quando tinha apenas 12 anos.

Em outubro passado, a atriz de 25 anos, filha de mãe brasileira, revelou a situação traumática no Twitter: "levei 13 anos a dizer #MeToo. Ele continua a ser protegido por 'membros da família' no Brasil. Mentiram aos jornais para tentar silenciar-me".

"Não vão fazê-lo mais. Quero agradecer a toda a gente que falou recentemente sobre os abusos sexuais e assédio de que foram alvo. Deram-me coragem para finalmente falar e não ter medo. A todos aqueles que ainda sofrem em silêncio: vocês não pediram para que isso acontecesse. Ninguém pede", acrescentou ainda.

Na entrevista que deu agora ao jornal britânico, Scodelario diz: "foi um alívio, mas ainda estou a lidar com a situação. E agora tenho de lidar também com outro lado da questão, que é este. Vou ser sempre questionada sobre o assunto. Espero que isto não me defina, mas vai estar sempre associado ao meu nome e aceito isso - estou orgulhosa do facto de ter sido corajosa o suficiente para falar e agradecida pelo apoio que tive da parte dos meus amigos".

A atriz diz que a visibilidade destas situações é necessária: "lembro-me de pensar que se tivesse agora 12 anos e uma coisa horrível me acontecesse mas visse uma mulher que admirasse a falar sobre a questão, sentir-me-ia menos culpada. E isso inspirar-me-ia a pensar 'isto não me vai deter, é algo que me aconteceu mas não sou uma vítima".