Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Morreu “Fast” Eddie Clarke, guitarrista dos Motörhead

O músico tinha 67 anos e era o último sobrevivente da formação clássica dos Motörhead

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Edward Allan Clark, mais conhecido como “Fast” Eddie Clarke, morreu ontem, 10 de janeiro, aos 67 anos.

O guitarrista dos Motörhead estava internado com pneumonia.

A notícia foi dada na página oficial da banda no Facebook.

Nascido em Londres em 1950, Edward Allan Clarke ingressou nos Motörhead em 1976, tendo integrado, ao lado do baterista Phil Taylor e do vocalista e baixista Lemmy, a formação mais conhecida da banda. Foram estes três músicos a gravar a estreia homónima de 1977, que inclui o clássico "Ace of Spades".

Em 1982, o guitarrista deixou a banda, sendo substituído por Brian Robertson, dos Thin Lizzy, e formou outro grupo, os Fastway, que lançaram sete álbuns e andaram em digressão com os AC/DC.

Em 2000, “Fast” Eddie Clarke voltou a juntar-se aos Motörhead, participando num concerto de 25º aniversário da banda em Londres; em 2014, partilhou o palco com Lemmy num outro concerto em Inglaterra.

O guitarrista era o último membro da formação clássica da banda - Phil Taylor morreu em novembro de 2015 e Lemmy um ano depois.

Phil Campbell, que tocou guitarra na banda entre 1984 e 2015, afirmou-se "chocado" com a morte de “Fast” Eddie Clarke: "Será recordado pelos seus riffs icónicos e era um verdadeiro rock and roller".

Por seu turno, Mikkey Dee, antigo baterista dos Motörhead, lamentou a morte "do último dos três amigos. Vi o Eddie há pouco tempo e estava em ótima forma. Sempre nos demos bem e estava ansioso por vê-lo no Reino Unido no próximo verão, quando lá for tocar com os Scorpions. Agora o 'Lem' e o 'Philthy' podem tocar com o Eddie outra vez", diz o músico sueco, endereçando os seus pêsames aos entes queridos do britânico.