Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Daniel Ek, fundador do Spotify

Getty Images

Spotify processado em mais de 1300 milhões de euros

A plataforma de streaming foi processada pela Wixen Music

A Wixen Music, uma empresa norte-americana de publishing (encarregada de assegurar que os compositores e artistas são pagos pela utilização comercial das suas canções), deu entrada com um processo judicial contra o Spotify.

A Wixen Music alega que a plataforma de streaming se apropriou de milhares de canções, como "Free Fallin'", de Tom Petty, e "Light My Fire", dos Doors, sem ter obtido qualquer licença ou sem ter pago pelo seu uso.

O valor da indemnização pedida pela Wixen não é baixo: 1,6 mil milhões de dólares, pouco mais de 1300 milhões de euros.

Esta é mais uma das muitas polémicas que têm envolvido o Spotify; na semana passada, a plataforma voltou a ser alvo de várias críticas por parte de músicos como Geoff Barrow ou Thom Yorke.