Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Bono, dos U2

Getty Images

Bono acha que a música de hoje é demasiado “feminina”

O vocalista dos U2 falou sobre o panorama musical atual em nova entrevista

À conversa com a Rolling Stone, Bono falou sobre o panorama musical atual, deixando algumas críticas.

O vocalista dos U2 acredita que a música de hoje se tornou "demasiado feminina", existindo apenas o hip-hop como veículo para a raiva masculina.

"O hip-hop é o único lugar para a raiva masculina e juvenil de momento - e isso não é bom. Quando eu tinha 16 anos, tinha muita raiva dentro de mim. Precisas de encontrar um sítio onde a colocar, e às guitarras", disse.

Um caminho que, para Bono, pode em último caso levar ao fim do rock n' roll: "Assim que alguma coisa é preservada, acabou. No fim de contas, o que é o rock n' roll? A raiva está no centro do género".

O músico mantém, no entanto, a esperança. "O meu filho acredita que está para acontecer uma revolução rock n' roll. Se não acontecer, nós iremos começá-la", explicou.