Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Bono, dos U2

Getty Images

Nome de Bono, dos U2, surge nos “Paradise Papers”, associado a investimentos em paraísos fiscais

O vocalista dos U2 é um dos nomes que surgem mencionados nos Paradise Papers

Bono, vocalista dos U2, é um dos nomes mencionados pelos recentemente divulgados Paradise Papers como estando associado a investimentos em paraísos fiscais.

O músico terá usado uma empresa com sede na ilha de Malta para investir num centro comercial lituano, o Ausra Shopping Centre, beneficiando da política fiscal desse país mediterrânico.

De acordo com os documentos divulgados, Bono investiu diretamente na empresa maltesa Nude Estates, que comprou o centro comercial em questão antes de o transferir para a Nude Estates 1, uma empresa baseada na ilha de Guernsey, também este um paraíso fiscal.

Um porta-voz do músico negou que este tenha cometido qualquer crime fiscal, dizendo ao jornal The Guardian que Bono "era um investidor passivo e minoritário na Nude Estates".

Não é a primeira vez que Bono se vê envolto em polémicas deste género. Há alguns anos, tanto o vocalista como os restantes U2 foram alvo de críticas após transferirem parte dos seus lucros para a Holanda, onde a carga fiscal é menos pesada que no seu país natal, a República da Irlanda.