Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty

Twiggy Ramirez responde a acusação de violação: “Vou dedicar-me à minha família e tentar continuar sóbrio”

O músico norte-americano, despedido por Marilyn Manson na sequência de acusações de violência sexual, diz que não tolera comportamentos do género

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Jeordie White, o músico norte-americano mais conhecido como Twiggy Ramirez, partilhou um comunicado, na sequência de ter sido despedido da banda onde se destacou, Marilyn Manson.

Referindo-se ao facto de a sua ex-namorada, Jessicka Addams, o ter acusado de violação, White garante: "Só agora soube destas alegações [relativas] há 20 anos. Não tolero sexo não consensual de qualquer tipo".

"Vou dedicar-me a passar tempo com a minha família e concentrar-me na manutenção da minha sobriedade, que já dura há vários anos. Se magoei alguém, peço desculpa e estou muito arrependido", acrescentou o músico, de 46 anos.

Marilyn Manson dispensou Twiggy Ramirez depois das declarações de Jessicka Addams. "Na próxima digressão, será substituído. Desejo-lhe boa sorte", escreveu o vocalista.