Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Rose McGowan

Getty Images

Rose McGowan e Evan Rachel Wood, ex-namoradas de Marilyn Manson, falam sobre abusos sexuais em Hollywood

As duas atrizes falaram recentemente sobre o facto de terem sido violadas

As atrizes Rose McGowan e Evan Rachel Wood, ex-namoradas de Marilyn Manson e conhecidas, respetivamente, pelos seus papéis nas séries As Feiticeiras e Westworld, têm falado publicamente sobre os abusos sexuais que sofreram em Hollywood.

McGowan já tinha dado a entender que tinha sido assediada pelo produtor Harvey Weinstein - que está a ser acusado por mais de 30 mulheres neste momento - e agora disse mesmo, num post no Twitter, que foi violada por ele.

A atriz, que foi impedida de utilizar a rede social depois de um post em que atirava farpas ao ator Ben Affleck, regressou ontem em força, desta vez apontando o alvo a Jeff Bezos, patrão da Amazon, que alegadamente lhe terá recusado um projeto depois de ela falar sobre Weinstein.

"Jeff Bezos, eu disse ao diretor do seu estúdio que o HW me violou. Disse-o várias vezes. Ele disse que não tinha sido provado. Eu disse que a prova era eu", escreve McGowan, "peço-lhe para deixar de dar dinheiro a violadores, alegados pedófilos e abusadores sexuais. Adoro a Amazon, mas Hollywood está podre".

Evan Rachel Wood já falou abertamente sobre o facto de ter sido violada no passado, vindo agora defender num vídeo partilhado no YouTube por que razão não divulga o nome dos seus abusadores.

"Não disse o nome dos meus abusadores por várias razões. Um, sou uma só pessoa contra algumas pessoas muito poderosas. Dois, dinheiro e tempo e voltar a traumatizar-me, porque ir atrás da pessoa que abusa de nós é muito difícil", diz a atriz.

E continua: "é assustador passar por isso, principalmente porque corres o risco de ninguém acreditar em ti, de prejudicar a tua carreira, de ficares sem dinheiro porque custa muito dinheiro apresentar uma queixa e levar alguém a tribunal, especialmente se tudo o que tens é a tua palavra contra a deles. E, especialmente, se essas pessoas são extremamente poderosas". Veja abaixo.