Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Entrada no concerto de Ariana Grande, na Meo Arena, Lisboa

Rita Carmo

Meo Arena muda de nome

O novo nome da maior sala de espetáculos fechada de Lisboa será oficialmente comunicado na próxima segunda-feira

A Meo Arena, antigo Pavilhão Atlântico, vai voltar a mudar de nome.

O novo nome do recinto, que funciona como sala de espetáculos e outros eventos, será comunicado oficialmente na próxima segunda-feira, 16 de outubro, num evento perante mais de 1500 convidados.

Segundo o Diário de Notícias, a Meo Arena passará agora a chamar-se Altice Arena.

De acordo com o mesmo jornal, a Altice irá agora decidir, até ao próximo mês de junho, de que forma o "rebranding" se aplicará aos outros eventos com "naming" da Meo, como os festivais Meo Sudoeste e Meo Marés Vivas.

Mais novidades relacionadas com a mudança de marca da Meo serão comunicadas na segunda-feira, "perante 1500 parceiros e colaboradores e mais de uma centena de executivos de topo do grupo a nível mundial", escreve o Diário de Notícias.

Em maio, a Altice anunciou que iria unificar as várias marcas do grupo e que Portugal teria até 2018 para fazer o rebranding das marcas. Em setembro, as camisolas da equipa do Futebol Clube do Porto passaram a surgir com a marca Altice.

Inaugurado em 1998, o Pavilhão Atlântico passou a chamar-se Meo Arena em maio de 2013, altura em que a Portugal Telecom anunciou ter adquirido os direitos do nome do recinto.

No próximo ano, a Meo Arena, que tem capacidade para cerca de 20 mil espectadores, receberá concertos de Roger Waters e a final do festival da Eurovisão.

Em 2015, também o festival Super Bock Super Rock voltou a realizar-se em Lisboa, assentando arraiais na Meo Arena e no espaço circundante do Parque das Nações.