Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Harvey Weinstein, um dos homens mais poderosos de Hollywood, acusado de violação por várias atrizes

O produtor está a ser alvo de várias acusações de assédio e abuso sexual de mulheres

O produtor Harvey Weinstein, co-fundador da Miramax e da Weinstein Company, foi acusado por três atrizes de violação.

No passado fim de semana, Weinstein foi despedido da sua própria empresa após várias acusações de assédio sexual, as quais continua a negar. Um artigo do The New Yorker conta, no entanto, com os testemunhos de três mulheres que dizem ter sido violadas pelo produtor.

Uma delas é Asia Argento, atriz italiana que já colaborou com o músico português Paulo Furtado (The Legendary Tigerman), que diz que Weinstein a forçou a receber sexo oral. Lucia Evans, uma antiga atriz, e outra mulher não identificada acusaram de igual modo o produtor.

Entretanto, foi divulgado o áudio de um encontro entre Harvey Weinstein e Ambra Battilana Gutierrez, modelo italiana que o acusou de assédio. No mesmo, o produtor admite tê-la apalpado.

Um porta-voz de Weinstein afirmou que o produtor "nega todas as alegações de práticas sexuais não-consensuais", dizendo ainda que este acredita que todos os seus contatos com as mulheres que agora o acusam de assédio e violação "foram consensuais".