Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Marilyn Manson recebe jornalista com arma falsa e diz que o massacre de Columbine lhe destruiu a carreira

Em promoção do seu novo álbum, o norte-americano tem apostado em estratégias inusitadas, como receber um jornalista do Guardian com uma arma falsa - e não só

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Marilyn Manson, que no próximo mês lança um novo álbum, Heaven Upside Down, deu uma peculiar entrevista ao jornal britânico The Guardian, durante a qual fez uma emboscada ao jornalista, Alexis Petridis, num quarto de hotel em Berlim, e apalpou os testículos do mesmo entrevistador.

"Ninguém me avisara que Manson estaria escondido atrás da porta do quarto de hotel, de onde saltará - todo vestido de preto - e apontará uma arma ao meu pescoço. Pelos vistos, a arma não era verdadeira, mas era suficientemente convincente para eu cumprimentá-lo com um 'que é que pensas que estás a fazer, c*******?', em vez do tradicional 'olá'. Manson ri-se, dá-me um passou-bem e pergunta se eu quero uma cerveja", escreve Alexis Petridis.

Na mesma ocasião, o britânico conta que, quando perguntou se, à semelhança de David Bowie com Ziggy Stardust ou o Thin White Duke, Marilyn Manson sentiu dificuldade em separar-se da personagem que criou, o músico lhe apalpou os testículos, exclamando: "A diferença é esta!".

Na entrevista, Marilyn Manson lamentou que a associação da sua música e do seu nome ao massacre do liceu de Columbine destruiu a sua carreira. Na altura, foi noticiado que os autores da chacina eram seus fãs, o que fez com que alguns culpassem o músico pela tragédia.

"Se os [autores do massacre] tivessem comprado os meus discos, tinha-lhes corrido melhor. Algumas pessoas culparam-me pelos tiroteios nas escolas - acho que os meus números de vendas são baixos, espero que com este disco subam... Isto vai ser uma ótima citação para vocês. Mas, sinceramente, a era de Columbine destruiu a minha carreira por completo, naquela altura".

Pode ler a entrevista de Marilyn Manson ao Guardian aqui.

Ouça aqui a primeira amostra de Heaven Upside Down: