Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

The Killers

Dois dos músicos dos The Killers não vão andar em digressão

Dois dos músicos do quarteto de Las Vegas “ficam em terra” na próxima digressão. Mas continuam a fazer parte da banda, garantem os Killers em comunicado

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Os norte-americanos The Killers, que em setembro lançam um novo álbum, irão entrar em digressão sem dois dos seus membros fundadores.

O guitarrista Dave Keuning e o baixista Mark Stoermer serão substituídos, na estrada, por músicos que há muito acompanham os Killers ao vivo.

Em entrevista à Billboard, Mark Stoermer explicou que está a tirar um curso de História de Arte. "Gosto de fazer música com os Killers, mas andar na estrada e no estúdio era demasiado [exigente]".

Quanto a Dave Keuning, disse à revista Q que se irá afastar dos concertos para poder passar mais tempo com a sua família.

Sem Dave Keunig e Mark Stoermer, Brandon Flowers será assim acompanhado por um só membro original dos Killers, o baterista Ronnie Vannucci Jr.

A novidade levou a alguma especulação junto dos fãs, que a banda tentou esclarecer com uma mensagem no Twitter.

"Apesar das conjeturas, os Killers ainda são os mesmos esquisitóides que sempre foram. E não se preocupem, não vamos tocar só com duas pessoas. Como os nossos fãs sabem, a nossa formação ao vivo tem crescido ao longo dos anos. Tanto o Ted como o Jake fazem parte [dessa comitiva] há muito tempo, desde o Sam's Town e o Battle Born. Caramba, até um coro de três cantores temos!", escreve a banda, referindo-se aos músicos Ted Sablay e Jake Blanton.

Wonderful Wonderful, o novo disco dos Killers, sai em setembro.