Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

FMM Sines: revelada programação complementar

Atividades para famílias e crianças, feira do livro e encontros com músicos-escritores estão assegurados

A duas semanas do arranque de mais uma edição do Festival Músicas do Mundo, em Porto Covo e Sines, já são conhecidas as propostas culturais paralelas que costumam acompanhar o programa oficial de concertos.

As famílias e o público em geral podem conhecer alguns dos artistas que atuam no festival em ateliês de música, como o francês François R. Cambuzat (ifriqiyya Électrique), ou nos já clássicos e concorridos ateliês infantis com músicos (26 a 29 de julho), que possibilitam a crianças dos seis aos 12 anos o contacto com artistas como Tulegur, Orlando Julius & Latoya Ekemode, Parvathy Baul e Bulldozer.

A companhia Real Pelágio também regressa a Sines, com espetáculos para famílias e crianças, no auditório do Centro de Artes, nos dias 24 e 25.

O mais recente Outro FMM vai voltar a abrir os bastidores do palco do Castelo de Sines àqueles que o queiram espreitar e queiram saber como se faz o festival (28 e 29 de julho).

A iniciativa de divulgação científica Entremarés, organizada por investigadores do Ciemar e do Mare para dar a conhecer a riqueza biológica da zona costeira de Sines, também volta a realizar-se.

A já tradicional Feira do Livro e do Disco vai ocupar a Capela da Misericórdia, de 25 a 29 de julho.

Manuel da Silva Ramos (26 de julho), Sérgio Godinho (27 de julho) e Cristina Carvalho (28 de julho) têm encontro marcado com o público, enquanto escritores, no Centro de Artes de Sines, onde estará patente a exposição Verão Arte Contemporânea em Sines: Estação Vernadsky.

No dia 29 de julho, o Pátio das Artes acolherá um debate sobre o tema História e Revolução, que assinala os 100 anos da revolução soviética, com o ensaísta e crítico António Guerreiro e o historiador José Neves.

Após algumas alterações, o programa de concertos da 19.ª edição do Festival Músicas do Mundo está fechado.

Entre 21 e 29 de julho, primeiro em Porto Covo, depois em Sines, são 56 os artistas que sobem ao palco, trazendo sonoridades de três dezenas de países.

AGÊNCIA LUSA