Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Rita Carmo

NOS Alive: “Deixem o carro nos arredores e venham a pé ou de transportes”, diz Álvaro Covões

A segurança em torno do festival de Algés foi reforçada e levará a mudanças na circulação dos festivaleiros. O carro não é bem-vindo, sublinha a organização. A Everything Is New avança também com melhorias em relação à edição anterior

165 mil pessoas serão esperadas no NOS Alive, que arranca amanhã e se prolonga até sábado. A casa cheia, garantida com vários meses de antecedência, corresponde a um número de 55 mil pessoas por dia, do qual 1/3 - avança a Everything Is New, organizadora do evento - virá de fora de Portugal (Reino Unido e Espanha são os países mais representados).

O grande afluxo de público, a par de reforçadas medidas de segurança, obrigarão a mudanças na circulação dos visitantes. Por esse motivo, Álvaro Covões (responsável máximo pelo evento), em declarações ao Correio da Manhã, afirma que "estamos a aconselhar todos aqueles que vêm de automóvel a deixá-lo nos arredores e virem a pé ou de transportes".

The Weeknd (amanhã), Foo Fighters (sexta) e Depeche Mode (sábado) são os cabeças de cartaz do festival, que fará alinhar cerca de cem espetáculos por sete palcos - além do palco principal, por onde passarão alguns dos nomes mais destacados, assinale-se o apetrechado palco Heineken (com um volume de concertos superior), outro dedicado à música eletrónica, um coreto com bandas revelação e, por exemplo, um espaço onde se cantará fado (o EDP Fado Café).

O orçamento de 8,5 milhões de euros já anteriormente avançado por Álvaro Covões prevê também melhorias em relação a edições passadas. As casas de banho (principalmente as das mulheres) foram renovadas, os horários dos comboios e do transporte fluvial para a margem sul do Tejo também foram estendidos.

A BLITZ preparou para si um guia completo para que nada lhe falte (ou escape) no NOS Alive.