Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Morrissey acusa loja de discos de tentar “congelar” vendas dos Smiths

A cadeia de lojas britânicas HMV colocou um autocolante numa reedição dos Smiths - Morrissey não gostou

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Morrissey escreveu uma mensagem online, acusando a cadeia de lojas britânicas HMV de tentar “congelar” as vendas dos Smiths.

Em causa está um autocolante colado na capa da reedição em vinil do tema “The Queen Is Dead”, tema-título do álbum lançado há 31 anos.

Nesse autocolante, a loja indica que cada pessoa só pode comprar um disco.

"Não é muito diferente de um [aviso a dizer] Fumar Prejudica a Sua Saúde", considera Morrissey.

"Porque é que o autocolante está ali? É uma tentativa de congelar as vendas, claro, e um enorme insulto aos Smiths... como se a liberdade artística tivesse de lutar, na nossa cultura de banalidade... como se apenas as emoções contrafeitas se justificassem".

"De momento, 'The Queen is Dead' é a única canção no top 10 do Reino Unido que não toca na rádio, e mesmo assim está em quarto na tabela de vendas. Mais de 30 anos depois da sua morte, os Smiths ainda são considerados demasiado radicais (...)", lamenta Morrissey.

Contudo, vários compradores têm assinalado que os autocolantes estão presentes na capa de discos de outros artistas e que a intenção da loja poderá passar por querer evitar fenómenos de açambarcamento, para posterior revenda online.