Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

António Zambujo sobre a tragédia de Pedrógão Grande: “Que se apurem responsabilidades, rapidamente”

Na sequência do incêndio que causou dezenas de mortos, os artistas mobilizam-se e apelam à ajuda aos afetados pela tragédia. António Zambujo e David Fonseca são dois dos que se pronunciaram

Na sequência do incêndio que resultou na morte de dezenas de pessoas, na zona de Pedrógão Grande, os músicos portugueses têm-se manifestado nas redes sociais, apelando à ajuda aos afetados pelo fogo e associando-se a eventos de solidariedade.

A 24 de junho, David Fonseca é um dos participantes num concerto no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, para o qual já há bilhetes à venda.

No seu Facebook, o músico de Leiria escreveu: "Não há palavras para tamanha tragédia. Os meus sentimentos para as famílias das vítimas e um enorme apreço pela coragem de bombeiros, militares e civis que combatem este horror. É altura de reunirmos esforços e apelar ao sentido de comunidade de todos".

Também António Zambujo se manifestou sobre a tragédia, escrevendo: "Acho inadmissível que não se proteja o nosso património e que se deixe as pessoas desprotegidas. Os meus pensamentos vão neste momento para os familiares das vítimas e para todos os bombeiros que combatem nesta guerra. Que se apurem responsabilidades, rapidamente".

Mais tarde, o músico (que no próximo sábado toca no Coliseu de Lisboa) apelou à ajuda aos atingidos pelo incêndio.

Na sequência da tragédia, foram decretados três dias de luto nacional.

Além da recolha de mantimentos, produtos de higiene pessoal e roupas, em vários quartéis de bombeiros voluntários por todo o país, existem contas solidárias através das quais é possível fazer donativos, com vista a ajudar bombeiros e vítimas.