Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

O que Chris Cornell escreveu sobre o funeral de Layne Staley, dos Alice in Chains

Publicação de Cornell no Facebook, em 2008, foi agora recuperada

Uma publicação feita por Chris Cornell no Facebook, em 2008, foi agora recuperada.

Na mesma, o músico descreve um sonho que teve com Layne Staley, antigo vocalista dos Alice In Chains, e a "raiva" que sentiu no funeral deste, em 2002.

"Ontem tive um sonho que me tem perseguido o dia todo, como um cão doente. Vários amigos do meu passado vinham ter comigo e falar-me. A meio entra o Layne Staley", descreve.

"Estava muito feliz e algo confuso, mas num sonho como este, só queria aceitar a ideia de que tinha havido algum engano e ele estava bem e de saúde. Acordei pouco depois, com a sensação de que tinha realmente falado com ele e que ele estava bem, em algum lado".

Relembrando ainda uma cena após a morte de Andrew Wood, dos Mother Love Bone, com Staley a chorar copiosamente depois do funeral e a ser reconfortado por Kelly Curtis, Cornell expressa a sua "raiva" por não ter conseguido "ser essa pessoa" para o antigo vocalista dos Alice In Chains.

"Não sei porque estava zangado. Com o Layne? Com os meus outros amigos, por me deixarem? Com as pessoas a correr em círculos e a dizer 'eu conhecia-o melhor que ninguém' ou 'era em mim que ele confiava'? Ou comigo mesmo, porque ele estava morto, e tinha tido a oportunidade de o acolher, limpá-lo e fazê-lo saber que havia alguém que se preocupava com a dor que ele sentia, e não o fiz".

Leia aqui o texto, na íntegra, através da Alternative Press.