Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Rodrigo Amarante - Festival Super Bock Super Rock 2015

Rita Carmo

Rodrigo Amarante e Tinariwen, entre outros, no Festival Mimo

O festival tem entrada gratuita e, na sua programação musical, oferecer dez concertos exclusivos em Portugal

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

O Festival Mimo, que este ano se realiza pela segunda vez, levará a Amarante artistas como Tinariwen ou Três Tristes Tigres.

Entre 21 e 23 de julho, o evento, de entrada grátis, oferecerá também numerosas atividades nas áreas do cinema, da poesia e das palestras.

No que toca à música, as novidades anunciadas hoje são os concertos do brasileiro Rodrigo Amarante; dos tuaregues Tinariwen; da cantora londrina de origem caribenha Ala.Ni; do brasileiro Jards Macalé; de Hamilton de Holanda & O Baile do Almeidinha, com Mayra Andrade como convidada; de Girma Bèynènè & Akalé Wubé e da baterista e compositora Anne Paceo.

A estes espetáculos, juntam-se concertos de Ricardo Ribeiro, Três Tristes Tigres, Filipe Raposo, Quarteto Arabesco com Pedro Jóia e Coro da Câmara de Lisboa, Herbie Hancock, Nação Zumbi, Céu, Manel Cruz e Richard Bona & Mandekan Cubano.

Depois de, no ano passado, ter atraído 24 mil pessoas, o festival realiza-se no próximo mês de julho nos seguintes locais de Amarante: Parque Ribeirinho, Museu Amadeo de Souza-Cardoso, Igreja de São Gonçalo, Igreja de São Pedro, Centro Cultural de Amarante e Cinema Teixeira de Pascoaes.

A organização destaca ainda o programa Mimo Sem Barreiras, destinado a facilitar a acessibilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Nascido no Brasil em 2004, o Mimo traz igualmente a Amarante um festival de cinema, que estreará em Portugal Chico Science - Um Caranguejo Elétrico, de José Eduardo Miglioli, apresentando ainda Vinicius de Moraes - Um Rapaz de Família, de Suzana Moraes; Tim Maia, de Mauro Lima; Mudar de Vida: José Mário Branco, Vida e Obra, de Nelson Guerreiro e Pedro Fidalgo, e I Love My Label – Discotexas, de António Sabino, Pedro Gonçalves e Igor Martins;